A importância do RSVP (confirmação de presença)

RSVP é a abreviação da expressão francesa Réspondez S´il Vous Plaît, que significa Responda, Por Favor. Esta abreviação é utilizada nos convites para confirmação de presença dos convidados e um melhor planejamento da recepção.

Esta sigla é adicionada ao final dos convites, que significa que o anfitrião da festa está pedindo uma resposta ao convite feito, ou seja, deseja saber se o convidado comparecerá ao evento, a fim de fazer uma previsão do total de participantes. “O principal objetivo do RSVP é fornecer o número de pessoas que comparecerão ao evento”.

O RSVP serve para que os anfitriões possam se programar com relação à sua lista de convidados. Portanto, é importante que este serviço seja contratado antes da entrega ou envio dos convites..

O RSVP também serve para prestar informações sobre as dúvidas dos convidados, como localização, serviços de estacionamento, segurança, trajes e horários.

Existem dois tipos de RSVP: o ativo e o passivo ou receptivo. No RSVP passivo ou receptivo o convidado telefona ou acessa um site para o serviço, para confirmar sua presença. No RSVP ativo, a empresa responsável entra em contato com os convidados para realizar a confirmação.

O RSVP passivo pode ser feito por e-mail,  site ou telefone, dependendo do gosto dos anfitriões. O ativo é feito apenas por telefone. A contratação deste tipo de serviço deve ser feita com uma semana de antecedência do envio dos convites e vai até três dias ou até a véspera do evento.

 

Confira as vantagens em contratar o serviço para confirmar a presença dos convidados do seu evento:

Saber com antecedência qual o orçamento da festa

Não correr o risco de ter convidados de mais ou de menos no evento

Contratar a quantidade correta de alimentos e bebidas para a festa

Maior tempo livre para resolver os outros detalhes do seu evento

Os convidados que não poderão comparecer ao evento se sentirão mais à vontade ao conversar com os atendentes da empresa.

Dicas de Etiqueta

Atualmente, as luvas são pouco usadas pelas noivas, mas não caíram totalmente em desuso. Se gosta da ideia de cobrir as mãos e braços com um belo par de luvas, veja como usá-las:
– Luvas devem ser usadas apenas com vestidos sem manga ou com

 manga bem curta;
– Se seus braços são gordinhos, melhor não usar luvas, pois elas vão acentuar o tamanho deles;
– Não use acessórios, como pulseiras e anéis, por cima das luvas;
– Você deve retirar as luvas ao chegar ao altar. Colocar a aliança por cima da luva, nem pensar! Também é desaconselhável cumprimentar os convidados com as mãos cobertas. As luvas servem somente para a entrada na igreja;
– Luvas curtinhas, na altura do pulso, devem ser de renda ou de tecido semitransparente, como a organza. Servem para casamentos diurnos e informais, como os feitos no campo, e não combinam com casamentos na praia;
– Luvas de comprimento médio, como as ¾ (logo abaixo do cotovelo) ficam bem para casamentos realizados à tarde ou ao pôr do sol; e,
– Já as luvas compridas, mais chiques, devem ser usadas em casamentos noturnos, pois dão um ar sofisticado e sério ao look da noiva.
Por Fátima Ziegler

Eventos

Arquivos

Buscar

Redes Sociais